Paulo Coelho e Pirataria

Estou concluindo o Cordel da Pirataria para ser lançado em maio no ENSL/Festival lá em Salvador.

Hoje saiu a notícia que o Paulo Coelho apoia o Pirate Bay. Ainda este mês veio a de que Hermeto Pascoal, grande compositor alagoano, pretende liberar toda a sua produção musical. Santos Dumont não registrou patente alguma para suas invenções, por escolha pessoal. Por que é tão difícil compartilhar? Por que tem tanta gente que pensa pequeno olhando pro seu próprio umbigo apenas? Quem pensa pequeno não cresce!

Ainda não publiquei aqui os cordéis novos que já estão por aí pelo mundo. É que a sessão de livros aqui do Bardo está ficando muito grande e vou criar uma pra cordéis e não consigo tempo.

Às vezes queria que tudo parasse um pouquinho pra gente tomar fôlego, estar perto de quem a gente gosta, descansar fazendo nada, só por descansar. Mas isso não acontece. Como dizia meu bisavô (não a mim, já que não tive oportunidade de conhecê-lo, ilustre e culto igreja-novense), "Cochilou, o cachimbo cai". Se a gente para, o mundo continua. E no dia seguinte o que não fizemos hoje estará lá nos esperando, junto com o que já teríamos de fazer amanhã. Um dia ainda deixo tudo pra trás e vou viver uma vida nova em qualquer canto, com menos stress ou algo do tipo.

Estou devendo tanto... Ainda nem parei pra publicar os banners do FISL deste ano, do ENSL, etc, etc, etc... E dia 25 será lançado o Cordel do GNU/Linux...

Enfim, o Cordel da Pirataria vai ser lançado e vendido no evento, mas estará disponível sob licença livre.

Termino com uma citação interessante do Hermeto: "Quem quiser piratear os meus discos, pode ficar à vontade. Pirateiem os meus discos... Sabe o que Deus falou? ‘Crescei e multiplicai-vos’. Muita gente pensa que isso é só para transar. Devemos crescer na maneira de ser e multiplicar o que tem de bom. Sem barreiras."

Avalie: 
No votes yet

Comentar