Recado ao Cidadão Comum

Preste atenção ao seu redor: o que cê faz?
A vida pulsa em cada canto, a Terra grita
É tanta coisa que precisava ser dita...
E foi, e tanto! Mas você não percebeu...

Às vezes tenho dó do pobre Prometeu
O fogo deu ao homem, dos deuses roubado
E você permanece assim, alienado
Sem hoje ou amanhã e sem olhar pra trás...

Qualquer TV escrota vai te controlar
Qualquer revista falsa, qualquer líder rude
Enquanto renegares saber e atitude

Veja esses versos... É favor não reclamar
Mantenho o ritmo e se a rima te distrái
Talvez já seja tempo de você ler mais


-- Cárlisson Galdino

Avalie: 
No votes yet

Comentar