Orfeu

Eu que fui na frente
Pra abrir caminho
Pra você
Te conduzir por um lugar seguro

Com tantos perigos
Me senti sozinho
Mas era por você
Por você! Por você!!!

Sou capaz de viajar
Até o infinito só
Pra te trazer
De volta ao mundo onde tudo é azul

Onde toda tarde
Há só nós dois
E o mar, é...
E o mar, é perfeito

Olhei pra trás...
O que aconteceu? Não estava mais ali!
Na madrugada! Onde - te - perdi?

Hoje naquela cidade
Por onde passamos
Não há nada, não!
Não há perigos, nem salvação

Sem teus olhos
Sem teu corpo
Sinto o mundo me esmagar
Fui teus olhos
E o meu corpo
É vazio e tudo é nada sem você

Foi por inveja! Foi por inveja!
Que os deuses nos separaram
Foi por inveja! Foi pura inveja
E agora o que vou fazer?

-- Cárlisson Galdino

Gênero: 
Avalie: 
No votes yet

Comentar