Bala da Maldição

Como se amaldiçoadoBala de Fuzil
Pelo seu próprio passado
Vê-se alvo, e com razão
Da bala da maldição

Vítima de tal lição
Fez sua própria prisão
Já não traz o seu passado
Quão errante tem andado

No bar, um gole de vinho
Sem mais grana pra pagar
Seguindo um torto caminho

Nada lhe fará mudar
E assim prossegue sozinho
A uma bala buscar

-- Cárlisson Galdino

Special: 
Avalie: 
No votes yet

Comentar