Asas Brancas

Asas brancas com seus desenhos digitaisAs Asas da Águia
Asas que levam aos lugares mais distantes
São sonhos belos de quaisquer seres mortais
Sonhos sonhados por muitos todos instantes

Homem e asas, asas e homem, em frente a frente
Chegam-se perto, se mesclam, se tornam um
E da janela de seu prédio sempre ausente
Levantam vôo num salto como nenhum

Alçando belo vôo com asas das mais belas
Nesse belo vôo asas brancas os céus rasgam
E então vai ao infinito ligado a elas

E no mais alto dos altos elas o largam
E o homem nota que nunca precisou delas
Triste só notar quando seus sonhos apagam

-- Cárlisson Galdino

Avalie: 
No votes yet

Comentar