Amor de Sol e Lua

Vagava só no espaço, andava só
No espaço só minha luz era presente
E sempre forte fui, ágil, imponente
Astros vi nascendo e virando pó

Um dia a Lua assim apareceu
Tão triste e tão sem vida, mas tão bela
Mesmo tão diferentes, eu e ela
'ma força nos unia, ela e eu

Lhe dediquei meus raios mais brilhantes
E juntos, fomos, minha alma e a sua
Irmãos, amigos, cúmplices, amantes

Em meu lugar o povo hoje a cultua
E hoje não brilho mais como era antes
Mas quanto orgulho da minha doce Lua!

Avalie: 
Average: 4.5 (2 votes)

Comentar