Alma em Chamas

Círculos de chamas
Árvores em luto
Noite sufocante
Lágrimas, tormento

Vento desordeiro
Frio, dor e medo
Sons desconhecidos
Gritos quase mudos

Gira o fogo, queima a vida
E à fumaça, verde impera
Arde denso, fere o ar

Dor, mas voa destemida
E transpassa, desespera
E procura o outro olhar?

-- Cárlisson Galdino

Avalie: 
No votes yet

Comentar