Ali é Nação

Uma tela de plasma encara um certo rosto
Lhe mostrando agora as notícias mais recentes
São coisas tão bonitas quanto inexistentes
Não se vê vícios, asma, nele nesse agosto

Um frio inesperado um certo vulto ataca
Mas que ar condicionado? É chuva de verdade!
Elevando a doença à fome e à idade
Derrubando o mendigo: sua força é fraca

Correios, jogos, coisas prendem a atenção
O ar baixa a potência: não nota, decerto
Agora ele conversa com toda a nação

O mendigo se ergue, vendo seu fim perto
Olha para a mansão, sob o som de um trovão
Pede a última ajuda com o abraço aberto

Avalie: 
No votes yet

Comentar