Águia Livre

A águia voava, cantavaAs Asas da Águia
Suas asas chamavam atenção
Era sempre ela que brilhava
Fosse pleno inverno ou verão

Cem mil vezes admirada
Do chão pelos seres da terra
Sempre era por eles fitada
Pela multidão que aqui berra

Voando por sobre essas casas
Contemplando todas as cores cores
Debaixo de um Sol, sempre em brasas

E um dia, senhoras, senhores
Restaram apenas suas asas
Mas graças aos adoradores

-- Cárlisson Galdino

Avalie: 
No votes yet

Comentar