À Luz da Loucura

Já não lembro mais como começou
Nas voltas do mundo, que o mundo girou
Você é minha diva, meu anjo alado
Você é meu vício, desejo e pecado

Não sei se te amo ou tudo é ruína
Não sei se me entrego, não sei se combina
Pensar em você, como sempre penso
Você é meu Dharma, é o meu tormento

Não sei se é segredo, nem sei se é verdade
Nem sei qual ao certo a cor da saudade
De ti, não sei se é sensato ou se dura
Num tempo confuso, à luz da loucura

Avalie: 
Average: 3 (1 vote)

Comentar