Warning Zone #45 - Para o Outro Estado

AnexoTamanho
Image icon wz45.jpg27.53 KB

No hospital, com Pandora internada após ter sido atingida no tiroteio entre o exército e o Grupo Satã, o casal vê na televisão a notícia de que o grupo sequestrou o prefeito de Stringtown, Steve Silva. Indo ao antigo endereço da SysAtom Technology, Pandora e Darrell encontra o local interditado e cheio de repórteres, curiosos e investigadores. Eles visitam uma lanchonete lá perto e voltam para o apartamento em Floatibá.

Num restaurante, uma misteriosa mulher de vestido conversa com um diretor de cinema quando a televisão mostra um pronunciamento da Presidenta da República. Nele, a presidenta procura tranquilizar a população sobre os últimos acontecimentos em Stringtown, garantindo que os supercriminosos – que ela acredita serem terroristas – estão na mais alta prioridade do exército no momento.

No episódio anterior, enquanto Pandora e Darrell conversavam no apartamento, Júnior finalmente reaparece trazendo novidades: um site desenvolvido por ele para filtrar tweets e tentar localizar o Grupo Satã. Analisando o resultado da filtragem, eles encontram um forte indício de que a equipe de Oliver está em São Raimundo Nonato, no Piauí.

Ainda é cedo da manhã quando Júnior estaciona em frente ao prédio onde estão hospedados Pandora e Darrell. Mesmo sendo cedo, eles já estão prontos para partir, na recepção. Saem do prédio e entram no Corsa verde.

xFencer: Descobriram mais alguma coisa?

Pandora: Nadinha, e você?

xFencer: Também nada. Só sabemos que eles estão em São Raimundo Nonato.

Pandora: É o que sabemos.

xFencer: E como vamos achar eles lá?

Darrell: São Raimundo Nonato é uma cidade pequena. Não deve ser muito difícil encontrá-los lá.

xFencer: Será?

Pandora: É sim! A gente pesquisou. Você não?

xFencer: De São Raimundo Nonato só pesquisei mesmo é como chegar.

(Nota do Autor: estou repetindo demais o nome da cidade. Parando com isso.)

xFencer: O difícil é que o trajeto é muito longo. Só vamos chegar lá de tarde. Talvez só no final da tarde.

Pandora: É, isso vai ser chato. Tá levando em conta que a gente tem que parar nos cantos pra comer?

xFencer: Estou sim. Por isso pode ser que a gente chegue só perto de anoitecer. Ainda bem que hoje é sábado, assim eu perco poucas aulas na segunda.

Darrell: E você aguenta dirigir o dia todo?

xFencer: Fazer o quê? Motorista de ônibus não faz isso?

Darrell: Mas em jornada muito longa os ônibus vão com dois motoristas pra revezarem.

xFencer: Boa ideia! Você dirige um pouco também.

Darrell: Calma aí. Não conte comigo para isso. Pandora?

Pandora: Oi, amor!

Darrell: Você ficou a noite toda acordada, devia dormir. É importante ter alguém acordado para fazer companhia ao Júnior pra ele não ficar com sono. Eu fico acordado agora.

Pandora: Tá...

 

O carro para em um restaurante. São duas horas da tarde. Os três descem e Júnior vai até a mala. Volta de lá com um notebook.

Pandora: Por que você não usou no caminho? Tem 3G?

xFencer: Tenho. Não sei se funciona aqui.

Pandora: Falar nisso, aqui é onde mesmo?

Darrell: Remanso.

Pandora: Bom almoçar perto do rio, né?

Darrell: Seria, se fosse uma viagem a passeio.

xFencer: A gente não usou o notebook antes por causa da bateria. Eu e o Cigano decidimos que era melhor só usar o note na bateria quando entrarmos em São Raimundo, porque vamos precisar ver no Big Boss Tracker se tem alguma novidade.

Pandora: Ah... E falta muito?

xFencer: Pelo que me lembro, coisa de uma hora.

 

xFencer: Chegamos.

Ele encosta o carro e desce. Darrell abre a porta.

Darrell: Você viu alguma coisa suspeita?

xFencer: Não, não! É que eu tenho que vestir meu uniforme.

Pandora: Uniforme!?

xFencer: É! De esgrima!

Pandora: Ah, bacana! Que pena que não deu tempo de fazer um logotipo pro Big Boss Tracker, que a gente podia ter um uniforme dele, né?

Darrell fecha a porta e respira fundo. Logo Júnior volta.

xFencer: Toma!

Ele entrega o notebook e o capacete de rede a Darrell, que repassa só o capacete para Pandora, no banco de trás.

O Corsa volta a se mover, mas devagar. E vai andando pelas ruas da cidade, enquanto Pandora e Darrell olham concentrados para os relatórios do site.

Darrell: Achei! Acabaram de ver o Valdid passando na rua!

xFencer: Como?

Darrell: “#pqp eu vi o boi aqui perto de casa! #br4fan”.

Pandora: E onde é a casa dele?

Darrell: Deixa ver... @leitorREL onde é sua casa. Esperar pra ver...

Pandora: Ai ai ai...

Darrell: “pra quê quer saber?!” Estamos caçando o #br4fan. Já estamos nessa cidade aqui.

xFencer: E aí?

Darrell: Ele não quer dizer.

Pandora: Que cara cismado!

Darrell: Pera! Mandou DM: “Rua Ascendino Pinto”.

xFencer: Esse cara tá de sacanagem, né?

Darrell: Pera... Deixa eu... Outra DM! “Perto da Lagoa do Mato!”

Pandora: Agora temos uma pista!

xFencer: E onde é isso?

Pandora: A gente para e pergunta, ué!

Avalie: 
Average: 4 (5 votes)

Comentar