Warning Zone #04 - Crise em Pimentel

No capítulo anterior, Pandora e Darrell furtivamente escutam uma reunião na SysAtom Technology reconstruída. O grupo fala sobre planejamentos estratégicos para a dominação mundial. Os dois se afastam quando ouvem seu antigo chefe falar sobre a eliminação do casal, caso não queiram se juntar a ele.

Mais uma vez na Praça Pimentel, Pandora e Darrell discutem.

Pandora: Mas Bem, o que a gente vai fazer agora? Eles querem matar a gente! Nunca pensei que o Oliver fosse fazer uma coisa dessas... Pensei até que ele demitisse pessoas, mas matar... Me abraça que estou nervosa.

Darrell: Era exatamente o que eu temia mesmo. Oliver vai tentar fazer alguma besteira.

Pandora: E a gente não pode deixar, né Bem?

Darrell: Não...

Pandora: É... Isso me lembra desenho animado, ó! Mas o que é que a gente pode fazer contra eles? Eles ficaram tão fortes! Ai, se a gente for brigar eu vou é me quebrar todinha...

Darrell: A gente tem que pensar em alguma coisa.

Pandora: Verdade. Sabe que eu já tou me acostumando com minha voz? Vai ser só engraçado ir num karaoke, já pensou? Cantar com a voz assim? Estridente?

Darrell: Hmm-humm.

Pandora: Uma voz estridente não ajuda contra aquele povo. A gente devia é chamar a polícia.

Darrell: E eles vão fazer o quê?

Pandora: Sei lá! Mas a gente tem que fazer alguma coisa.

Darrell: Vamos pensar...

Pandora: É, a gente tem que pensar em algo...

Darrell: Amor, olha só. Estou tentando pensar já faz meia hora, mas você fica só interrompendo! Será que não dá pra gente tentar achar uma solução? Já está quase de noite.

Pandora: Tá, Bem, desculpa aí...

Darrell: E sabe o que eu tava pensando?

Pandora: Quê?

Darrell: A Louise.

Pandora: Não acredito num negócio desses!!! De novo essa mulher! Ah não...

Darrell: Calma, Pandora. Não é hora pra ter crise de ciúmes...

Pandora: Crise?!?! Eu não estou em crise, seu insensível! Eu... Eu...

Pandora começa a chorar sentada na praça. Darrell tenta consolá-la, mas é repelido.

Darrell: Calma, Amor...

Pandora: Calma!?!? Calma?!?! Eu aqui todinha me recuperando ainda dessa desgraça de minha vida e você nem liga, só falando de outra munher, e me pedindo pra ficar calma?!

Darrell suspira e se senta também.

Darrell: Não sei se você notou, mas o Arsen comprou a idéia do Oliver, de dominar o mundo. O Valdid também, afinal ele sempre foi um idiota mesmo...

Pandora ergue a cabeça, ainda com lágrima nos olhos, para acompanhar o raciocínio.

Darrell: A Louise discutiu com Oliver.

Pandora: Como se ela nunca fizesse isso...

Darrell: Continuando... Ela pareceu chocada quando o Oliver falou em dar um jeito em nós dois.

Pandora: É verdade...

Darrell: Está vendo, Amor? É disso que estou falando! A Louise pode ser aliada da gente!

Pandora enxuga as lágrimas e pergunta, com dengo:

Pandora: Você jura que não tem nenhum interesse nela?

Darrell: Claro, minha baianinha... Você sabe que eu sou doido por você!

Pandora: Me deixa não... Agora que a gente tá sem celular, sem email e sem jabber não vou aguentar ficar longe.

 

Enquanto isso, na base da SysAtom Technology...

Montanha: Será que vai demorar pra alguém filmar a gente e botar no YouTube?

Seamonkey: Merda de YouTube!Cadê? Você não é o gostosão? Cadê os testes de infectabilidade?

Montanha: Como vou fazer os testes se estou sem equipamento?

Seamonkey: kkkkkkkkkkkkkkk! Não achedito! Já te disse que você é um idiota?!

Montanha: A gente não pode contrariar o chefe. De qualquer forma só a convivência com a gente já é um tipo de teste com esse sujeito. Mas tou ficando curioso sobre como o Ationvir infectou a gente e nos transformou.

Seamonkey: Sei...

Montanha: Agora me ajuda aqui, que sei não... Esse sujeito ainda está vivo?

P. S.: Episódio publicado inicialmente na Revista Espírito Livre.

Avalie: 
No votes yet

Comentar