Warning Zone #03 - Cronogramas

Sysatom é uma empresa de tecnologia renomada da metrópole bahiana de Stringtown. Devido a um infeliz acidente com um projeto de vírus biológico – o ationvir -, toda a equipe, ao invés de morrer ou qualquer coisa do tipo, adquire super-poderes.

No capítulo anterior, a equipe da Sysatom constrói uma nova base em cima das ruínas da empresa. Uma base usando placas de aço e arame, afinal, os três homens remanescentes se tornaram brutamontes. Pandora e Darrell, que fugiram ao ouvir histórias sobre dominação mundial, se aproximam para tentar descobrir o que está havendo.

Por uma discreta fresta eles observam Valdid, num canto, pensativo e tagarela.

 

Minotaur: Já sei, vou me chamar Gnú! Afinal, melhor ser gnú do que um boi, né véi? É, vou ser o Gnú agora!

Ele se levanta e caminha até o restante do grupo.

Gnú: Chefe! Eu agora me chamo Gnú! Não me chamo mais Minotaur!

Tungstênio: Tudo bem, se prefere assim. Vamos aproveitar e nos reunir. Pessoal! Ele agora é Gnú!

Seamonkey se aproxima, do outro lado e o chefe se volta para ela.

Tungstênio: E então, Seamonkey? Como foi o resultado dos testes de infectabilidade do ationvir?

Seamonkey: Quantas vezes eu tenho que dizer que não temos droga de equipamento nenhum!? Como quer que eu faça teste de contágio? Quer que eu tussa nele? Injete sangue meu nele? Quer que eu transe com ele ou o quê!?

Tungstênio: Se for preciso...

Seamonkey: Ah, vai tomar vai!

Tungstênio: Seamonkey, nós temos que cumprir com um cronograma!

Seamonkey: Qual?

Tungstênio: Do projeto de Dominação Mundial!

Seamonkey: De novo essa história!?

Tungstênio: Claro! Temos que estabelecer metas, criar um cronograma de ação e mandar ver! Vamos nos reunir todos os dias nessa hora pra discutir como anda nosso projeto.

Seamonkey: Que saco!

Tungstênio: Temos que encontrar os dois anônimos pra ver se eles vâo fazer parte da equipe. Se não forem, teremos que lidar com eles.

Gnú: O Darrell e a Pandora?

Tungstênio: Claro, e quem mais seria? O Lula e a Xuxa é que não!

Seamonkey: Peraí! Como assim lidar com eles?

Tungstênio se aproxima de Seamonkey a encarando dessa vez sério.

Tungstênio: Não podemos aceitar obstáculos aos nossos planos.

 

Enquanto isso, do lado de fora...

Darrell: É o que eu temia. O poder realmente enlouqueceu nossos antigos colegas.

Pandora: É, Bem, parece... E aí? Que a gente faz?

Darrell: Vamos sair daqui. Não é mais seguro. Temos que pensar bem em como podemos agir.

Pandora: Mas não era melhor a gente ficar mais pra descobrir o plano deles?

Darrell: Até parece que você não conhece o Oliver... Ouviu não? Uma reunião por dia... Cronograma e não sei o que mais... Eles não vão sair do canto em menos de uma semana!

Pandora: Mas Bem, ó...

Darrell: Além do mais, vão escrever tudo pelas paredes. Daqui a uns dias a gente vem aqui de novo.

Pandora: Está bem, bora lá.

 

Mas lá dentro da Sysatom a discussão prossegue.

Tungstênio: Montanha, quero que você prossiga com os testes de infectabilidade.

Montanha: Claro, chefe. Vai deixar com uma mulher essas coisas, dá nisso. Deixa que eu cuido.

Tungstênio: Muito bem.

Seamonkey: Muito espertinhos os marmanjos... E como vão fazer cronogramas e essas coisas se tá tudo destruído?

Montanha caminha um pouco e levanta do chão um prego grosso de 30 centímetro. Caminha até uma das paredes metálicas e escreve usando o prego como giz: “SATAV”. Seamonkey parece não ter entendido então ele fala.

Montanha: SysAtom Technology AtionVir, dã!

Tungstênio: É bom ver que pelo menos alguém do grupo tem iniciativa.

Gnú: Mas Tungstênio? Como é que somos uma empresa de tecnologia que nem tem mais computador!? Assim fica difícil...

Montanha: Verdade. Precisamos de umas máquinas...

Tungstênio: Vamos dar um jeito de providenciar isso.

Seamonkey: Como os marmanjos planejam usar? Com mãos de pedra, de ferro e de boi?

Montanha: Mais respeito, ô mulher-cuspe!

Tungstênio: Parem os dois! Vamos dar um jeito nisso.

Gnú: É bom! Senão como é que vou ver as tirinhas do nerdson?

P.S.: Episódio publicado na Revista Espírito Livre.

Avalie: 
No votes yet

Comentar