Astrologia e Mapas Astrais

Astrologia é uma área do conhecimento humano que tenta entender o indivíduo com base em informações externas, partindo do princípio de que há uma mensagem, uma dica que ajude as pessoas a compreenderem quem elas são e quais seus propósitos na vida.

A ferramenta utilizada para isso na Astrologia é a posição dos planetas no céu. Diferente da crença comum, a base não é a Astrologia. A posição exata dos astros hoje não é o que é utilizado, tampouco vai importar o que a Astronomia considera ou não como um planeta. A posição dos astros, para a Astrologia, não é a causa de quem somos: a posição dos astros é uma linguagem. É um recado dado a nós. Como linguagem, ela usa como base o céu de muito tempo atrás. É muito parecido com o céu de hoje, mas não é o mesmo. Portanto, aquele papo de que os signos mudaram não procede.

Muito antigamente eu torcia o nariz para a Astrologia. Pensava eu: dividir o mundo em 12 grupos e dizer que com 1/12 do mundo vai acontecer uma mesma coisa é forçar a barra. Creio que muitos pensem assim também. O erro em pensar assim é que estamos confundindo Astrologia com Horóscopo. Horóscopo é uma "Astrologia Fast-Food" que se propõe a aconselher as pessoas em relação ao seu dia, geralmente reduzindo o mundo a 12 grupos. A Astrologia, por outro lado, não é principalmente divinatória. Como disse no início, ela objetiva dar autoconhecimento às pessoas.

Enquanto o Horóscopo do jornal divide o mundo em 12 grupos, a Astrologia trabalha com influência dos mesmos 12 signos, mas em vários planetas do nosso mapa astral natal. Uma pessoa "ser de Sagitário", por exemplo, faz referência à posição do Sol em seu mapa astral. O Sol é o "planeta" que mais influencia o indivíduo mas, segundo a Astrologia, a posição dos outros planetas também tem grande importância em quem nós somos. Além do signo solar, há o signo lunar e signos para Mercúvio, Vênus, Marte, etc.

Daí você já tira que o mundo não se divide em grupos. Ok, e se eu disser que além dos planetas terem signos eles também se relacionam uns com os outros? É o que na Astrologia chamamos de aspectos. Há aspectos harmoniosos e de conflito que podem surgir. Se muitos planetas estiverem em um lado do mapa astral, isso também influencia. Como se não bastasse, há ainda a divião do mapa astral com base na ascendência, dividindo o mapa em 12 posições. Assim, além do signo, a posição onde o planeta se encontra no mapa trará um significado adicional.

Daí pra frente, a Astrologia se torna bastante complexa. Envolve compreensão do significado de cada símbolo inicial (planeta, signo, casa, aspecto) e da multiplicação desses significados (Marte em Áries na segunda casa em conjunção com Sol em Capricórnio...); por fim da distribuição disso tudo no mapa. Tudo isso com o propósito de que possamos entender melhor a nós mesmos. Uma forma de autoconhecimento.

Embora a ciência chame a Astrologia de "pseudo-ciência", ela é uma área de conhecimento vasta e "amarrada". Embora haja charlatanismo, como em tudo pode haver, a Astrologia não é achismo. Apesar da leitura de um mapa ser subjetiva, ela tem bases firmes que seus estudiosos devem respeitar. Creio que o que difere a Astrologia de Ciência é apenas a premissa de que os astros influenciam em nós.

Se você quiser aprender mais sobre astrologia ou mesmo criar seu mapa astral gratuitamente (podendo solicitar uma análise paga), recomendo para isso o site astro.com.

Special: 
Avalie: 
Average: 3 (6 votes)

Comentários

imagem de Mário RPG

também tô começando a acreditar nessas coisas....kkkkkkkk

Comentar